Assembleia de Deus

Departamentos > Coral Voz de Júbilo

Breve Biografia do Coral Voz de Júbilo

 

Aos vinte e cinco dias do mês de outubro de 1983 às 16h00min, reuniu-se na IGREJA EVANGÉLICA ASSMBLEIA DE DEUS SETOR 06, situada à Rua Laudelino dos Santos, 05 no Parque Figueira Grande, São Paulo-SP, um grupo de aproximadamente 40 irmãos(as) decididos a formar um coral para louvar ao SENHOR. Nesta ocasião o dirigente da Congregação era o Saudoso pastor Tanaka, ele juntamente com o também de saudosa memória, Maestro José Justino, pai da irmã Adriana Gonçalves, não mediram esforços para reunir todos aqueles que almejavam por cantar no Coral.

Várias famílias fundaram esse coral, dentre as quais podemos destacar: a família da irmã Damaris, que até esta data continua presente, irmã Zumira; família Pacheco; irmão Juvenal (in Memórian); a família do saudoso diácono Manoel  Vicente, cuja filha Elíude canta no soprano; a família do diácono Gilvando, que por sua vez mudou-se para o Estado da Paraíba, mas deixou seus filhos, Samuel e a Márcia que também são integrantes do Coral. Não poderíamos deixar de lembrar também as famílias dos irmãos: Júlio e João Batista, que se mudou para O Estado de Minas Gerais, dentre eles o irmão Júlio já descansa no SENHOR; a família da irmã Maria Alva também fora muito influente na primeira formação; O irmão, hoje Pastor Izauro com sua esposa, que congregam na sede, também foram componentes essenciais; bem como a família do Presbítero Manoel Tibúrcio.                                                                                               A partir destes abençoados irmãos foi que se formou o Coral que mais tarde viera a ser o Coral Voz de Júbilo. Desejamos agradecer a determinação e empenho desses irmãos que nos deixaram esta “maravilhosa graça”. “Cristo esperança nossa”, fora também o primeiro hino a ser ensaiado pelo coral, que continua até os nossos dias com a mesma esperança de que Cristo é nossa única saída e que não nos deixará desfalecer diante do adversário de nossas almas, por isso também cantamos, “Canta com vida oh crente”, “Jesus Cristo é o mesmo”, “Sou feliz”, “Oh! como é bom dos tempos primitivos lembrar...”

O Maestro José Justino Gonçalves com a saúde debilitada a partir de 1988, foi auxiliado pela irmã Noêmia Corrêa (in Memórian). Em 1990, já não sendo mais possível continuar, O saudoso Maestro José Justino deixara o coral, e o Moisés Manoel assumira, sendo auxiliado pela irmã Izabel Pulga.

A igreja crescia na graça e se destacava mais e mais no setor. Talentos na música e no louvor, fora sempre o bem precioso desta congregação que cada dia tem sido mais abençoada.

Para dar início à construção do templo, que até então se acomodava em um galpão de madeira nesta localidade, a Igreja foi removida para um salão alugado pelo Pr. Nazareno no final do Jd. Guavirutuba, era o ano de 1990. Em 1994, o Moisés por motivo de mudança, deixara o Coral e a irmã Izabel, assumira como 1ª regente, com a chegada do Pr. Zacarias, seu filho Jonas passara a auxiliar a Irmã Izabel e o coral continuara uma benção e sempre nos proporcionara alegria, haja vista que até conversão ocorrera nos ensaios, foi o caso da irmã Ivone, decidiu-se para Cristo em um de nossos ensaios.

Não poderíamos deixar de citar aqui o Denis, (filho da irmã Sandra), fora uma benção para o coral dando-nos as notas no teclado, fora de grande ajuda para a regente. Obrigado Denis! Valeu irmã Izabel! Sua dedicação e carinho com os coristas também ficou marcado em nossos corações e mentes.

No ano de 2013, quando a irmã Izabel precisou passar por uma cirurgia, foi substituída pelo Ailton que hoje encontra-se na sede, com a saída deste, o Pr. Zacarias convidara para assumir o coral, nosso querido irmão Aloísio que foi auxiliado pelo Érick, que hoje está de volta com a mesma determinação. Em 2012, o irmão Nilton passou a auxiliar o irmão Aloísio e pacientemente vem fazendo um belo trabalho em equipe. Aos maestros Aloísio e Nilton, obrigado pela paciência e dedicação.

A Deus, toda honra, glória e louvor, por sua bondade e porque sempre nos ouve, levantando homens e mulheres determinados e empenhados em sua obra. Ao nosso digníssimo pastor Enoch Mendes e sua família, muito obrigado pelo zelo e carinho que tem demonstrado para com o rebanho de DEUS.

É por isso que podemos dizer: Ebenézer, Até aqui nos ajudou o SENHOR! 



Copyright © Assembleia de Deus - 2010 - 2019 - Todos os direitos reservados.
Rua: Laudelino dos Santos, 05 - Cep: 04915-110 - Pq. Fig. Grande
Validado em  XHTML